Abril 2015 - Destinação do Pinguim

Logo no início desse mês, no dia 07, o pinguim finalmente foi encaminhado para um destino digno. O Centro de Recuperação de Animais Marinhos (CRAM-FURG) no Rio Grande do Sul aceitou recebê-lo em seu plantel, onde ele poderá ser devolvido à natureza juntamente com outros pinguins. O CRAM-FURG é uma referência nacional que atende animais marinhos há décadas. Não poderíamos enviar esse animal para lugar melhor no Brasil.

Entretanto, uma vez que o animal decolasse, não teríamos a logística necessária para receber o pinguim em Porto Alegre e transportá-lo até Rio Grande. Felizmente, toda a equipe do Projeto Albatroz se prontificou a proporcionar o transporte rodoviário ao pinguim, mobilizando os técnicos mais próximos. Dessa forma o pinguim foi recebido no aeroporto e transportado até seu destino por especialistas em aves marinhas.


O Projeto Albatroz  promove o uso de medidas para evitar a captura de albatrozes e petréis por embarcações pesqueiras e o desenvolvimento de pesquisas de conservação, gerando estudos que subsidiam políticas públicas. Além disso, realiza atividades de educação ambiental junto aos pescadores, às escolas e ao público em geral. Em 2015 o IPRAM entrou para a Rede Albatroz de Pesquisa para Conservação.


Agradecemos também ao constante apoio institucional do IEMA e da SUPES-IBAMA (ES) durante a reabilitação desse pinguim solitário.


 

O pinguim 373 (seta no canto direito) finalmente reencontrou seus semelhantes. Fotografia: Aryse Martins (CRAM-FURG).